Buscar

Transforme sua equipe em uma máquina de vendas.



O que é máquina de vendas?


Você deve estar pensando “Máquina de vendas é vender muito” correto? Errado!


A Máquina de Vendas se resume em combinar as equipes de marketing e de vendas para trazer benefícios nunca antes vistos na sua empresa. Não muito tempo atrás (e ainda é uma prática normal em muitas empresas), a equipe de marketing e a de vendas possuíam abordagens totalmente diferentes para chegar no mesmo objetivo: vislumbrar pessoas e transformá-las em clientes.


A equipe de marketing tinha como objetivo tornar a marca conhecida nos meios, enquanto a equipe de vendas utilizava apenas o conhecimento da marca para desenvolver os processos de vendas. Com a internet os processos entre estas duas equipes mudaram! E conseguiram uni-las de forma que o marketing gerasse leads para que o setor de vendas direcionasse para a finalização da compra e, o resultado desta nova combinação se chama MÁQUINA DE VENDAS.


Ao investir em automação e integração, os seus processos de vendas se tornam uma verdadeira máquina. Essa é a estrutura que o marketing e as vendas precisam para prosperar. Agora que você já sabe o que é a Máquina de Vendas vamos te dar algumas dicas de como construir uma máquina sólida e conseguir dimensioná-la:


Construa sua Máquina de Vendas:


Na teoria a máquina de vendas começa a partir do momento que os times de marketing e vendas se integram e unem-se ao mesmo objetivo. Mas, para que isto aconteça de uma forma natural, sólida e que traga resultados rapidamente, é preciso seguir alguns passos.

1. Crie um plano

A máquina de vendas será um plano geral da sua empresa que atrairá leads e transformará em clientes e por isto, é importante construir um projeto com processos bem estabelecidos e estudados. É preciso ter ferramentas como o CRM e BI com todas as informações das equipes convergidas em dados. A máquina de vendas precisa ser autônoma e eficiente para toda a equipe.


2. Invista em tecnologia

Depois que ela é construída é necessário que funcione corretamente unindo o marketing e as vendas. Um software de CRM é uma ótima pedida para planejar, distribuir tarefas e deixar bem claras as etapas do funil de vendas, por exemplo. Você pode saber mais sobre o CRM DW clicando aqui.


3. Transforme seus vendedores

Segundo Aaron Ross, "quanto mais especializados são os colaboradores de uma equipe de vendas, melhor é o resultado”. Ou seja, foque na integração das pessoas, ao invés de centralizar as decisões. Deixando todos processos mais dinâmicos fica mais fácil de se adaptar e agilizar resoluções.


4.Entenda e priorize seu cliente

Em qualquer tipo de empresa os dados são o combustível que transforma sonhos em realidade. Ao unir as equipes de marketing e vendas as informações se tornam exponencialmente maiores e significativas. Usando um sistema integrado para elaborar cada etapa do funil de vendas com melhores argumentos de venda e produzindo conteúdo mais relevantes as campanhas produzidas serão mais assertivas.

Com esta integração de equipes e sua máquina de vendas bem estruturada, todo o esforço deverá ser voltado à satisfação dos seus clientes. Com todo este processo unificado é mais fácil chegar às dores, necessidades e expectativas de cada um deles e conseguir atendê-los de forma cada vez mais personalizada. Além disso, acompanhar a experiência após a conversão é fundamental para ajustar sua máquina de vendas e tornar seus processos cada vez mais eficazes.

5. Encontre os pontos fortes

Já que o conteúdo é um dos caminhos para iniciar a jornada de compra na sua empresa, é importante saber quais os pontos mais significativos para a venda, priorizando por exemplo, os canais que seus clientes costumam utilizar para encontrar soluções. Tendo estas decisões bem claras, o esforço estará em construir conteúdos de qualidade para seus clientes. Ao integrar ao Força de Vendas, estes leads chegam ainda mais preparados para realizarem conversões.


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo