Buscar

O que é Internet das Coisas para a Indústria?

Atualizado: Out 14

A era da internet das coisas está fazendo com que muitas empresas e indústrias, tanto de produtos quanto de serviços, repensem os seus formatos e reinventem as suas práticas. Para isso soluções tecnológicas e conectadas já são implantadas com a intenção de que haja uma adequação favorável a essa nova realidade que estamos vivendo.

A tecnologia SmartPile de estruturas inteligentes é um exemplo de ação da internet das coisas que usa sensores sem fio embutidos dentro de estacas de fundação de concreto para garantir a qualidade e integridade de uma estrutura. Esses sensores podem fornecer carga e monitoramento de eventos para a construção de projetos, tanto durante como após a sua conclusão. O funcionamento é simples. O SmartPile faz a comunicação, sem fio, com a Estação de estruturas de trabalho inteligente que recolhe dados agregados e processados ​​no local. Esses sensores são usados ​​para medir a qualidade do concreto durante a cura, transporte e instalação. Uma vez que este processo é automatizado, ele economiza tempo de inatividade durante a construção, para a verificação de garantia, e reduz drasticamente os danos. Além disso, permite que os engenheiros reduzam a quantidade de material utilizado durante a construção.

A internet das coisas é aplicada desde o início dos processos, antes de um produto chegar na indústria ele já é desenvolvido com tecnologia de poenta no campo. Uma das soluções pensadas para o agronegócio é o OnFarm. Este dispositivo combina dados de sensores de níveis de umidade do solo, previsão do tempo e uso de pesticidas, tudo em tempo real, com sites de agricultura e um painel de dados consolidados. Os agricultores podem utilizar essas informações integradas com imagens avançadas de mapeamento para identificar questões ligadas ao cultivo e, remotamente, controlar todos os ativos nas fazendas e os níveis de utilização de recursos.


Esta aplicação da internet das coisas é ideal para quem possui uma empresa e vive preocupado com os setores de produção. Ao usar sensores em rede, câmeras e lasers para analisar os processos de fabricação, como os desenvolvidos pela Sight Machine, é possível determinar se um departamento ou uma parte da produção está boa ou ruim com base em suas características físicas; identificar se o componente usado é o certo para o trabalho e acompanhar as tendências, variações e relações no sistema ao longo do tempo. Este é apenas um exemplo, mas existem outros tantos que oferecem diversas soluções analíticas e integradas para as indústrias controlarem a qualidade e a eficiência das suas produções.


Postagem original por "Oficina da Net", confira a publicação na íntegra:

https://www.oficinadanet.com.br/post/16655-internet-das-coisas


1 visualização
Ícone_logo.png

Matriz Itajaí/SC

+55 47 3348-5829

Rua João Rodi, nº 54, Fazenda

Itajaí/SC – 88302-240

ZAP2.png